Ânima traz para o Brasil a primeira escola do Le Cordon Bleu

Com mais de 35 institutos em 20 países e com 20 mil estudantes, Le Cordon Bleu chega ao País por meio de uma joint venture

 

A Ânima trouxe para o Brasil o renomado instituto francês de Artes Culinárias Le Cordon Bleu, mundialmente reconhecido pela sua excelência e qualidade de ensino. A inauguração aconteceu no dia 8 de maio, em um coquetel promovido no edifício onde a primeira escola da rede no País está instalada, na Vila Madalena, em São Paulo. A abertura é resultado de uma joint venture realizada entre o Le Cordon Bleu e a Ânima Educação.

O evento contou com a presença do presidente internacional do Le Cordon Bleu, André Cointreau, autoridades do governo de São Paulo, ex-alunos do Instituto, chefs e profissionais da gastronomia brasileira,  membros da sociedade e, também, dirigentes da Ânima.

“A presença do Instituto em São Paulo representa uma grande oportunidade para o mercado de gastronomia no Brasil. Ao treinar a próxima geração de chefs brasileiros, o Le Cordon Bleu confirma sua promessa de apoiar as gastronomias internacionais, proporcionando excelência em educação”, diz André Cointreau, presidente internacional da rede.

A proposta da Ânima e do Le Cordon Bleu é que a abertura da escola em São Paulo promova o intercâmbio de alunos de outras cidades do país para que, depois de formados, eles levem todo conhecimento do Instituto para sua cidade de origem. Assim, esses estudantes irão fomentar a mudança tanto no mercado quanto em suas respectivas cidades.

Em longo prazo, a ideia é fazer com que esse intercâmbio possa contribuir para o crescimento da gastronomia brasileira, mais um passo importante para transformar o país pela educação.

O Le Cordon Bleu é uma rede internacional reconhecida mundialmente como uma das maiores instituições de ensino dedicada a fornecer o mais alto nível de instrução culinária. Hoje, a instituição está presente em cerca de 20 países com 35 escolas internacionais frequentadas por 20 mil alunos anualmente.

Ao longo do século passado, o Le Cordon Bleu vivenciou uma revolucionária mudança à medida que evoluiu de uma escola de culinária parisiense para uma rede internacional de institutos de artes culinárias e de hospitalidade. Além de atuar na área de educação, o Instituto internacional oferece uma diversidade de restaurantes, bem como inúmeras confeitarias e cafés sob a marca Le Cordon Bleu. O Instituto responde também pela criação de diversas mídias educacionais, como publicações culinárias, vídeos instrutivos, séries de TV, equipamentos de cozinha e muito mais.

As aulas no Le Cordon Bleu São Paulo começam em 21 de maio. Que venha uma nova e talentosa safra de novos e grandes chefs brasileiros!