Debate sobre o futuro da educação e o papel do professor

Com cases da Finlândia e Stanford,  o encontro reuniu educadores, dirigentes e especialistas do setor em 9 de maio, no ‘inovaBra habitat’, em São Paulo

 

Duas referências mundiais em educação juntas, em um mesmo espaço, compartilhando seus modelos educacionais e a maneira como atuam para formar seus professores. Este foi o cenário encontrado por cerca de 80 educadores, líderes e dirigentes do setor educacional que participaram do Ânima Educação Talks, iniciativa da Ânima para jogar holofotes em temas relevantes para o setor.

O evento teve como assunto principal “O Futuro da Educação e o Papel do Professor: como os cases da Universidade da Finlândia e da Universidade de Stanford podem contribuir efetivamente com a formação docente no Brasil”.

A programação contou com palestras do CEO da Universidade da Finlândia, Pekka Saavalainen, da professora emérita da Universidade de Stanford, Rachel Lotan, além do presidente da Ânima Educação, Daniel Castanho.

Como líder da Universidade da Finlândia – consórcio formado por quatro das principais universidades públicas finlandesas: Universidade do Leste da Finlândia, Universidade de Tampere, Universidade de Turku e Universidade Åbo Akademi -, Saavalainen abordou o tema “O modelo de formação de professores da Finlândia e a contribuição da experiência finlandesa para a capacitação docente no Brasil”.

Já a educadora Rachel Lotan centrou suas falas na complexidade da formação de professores e a implantação do Programa de Especialização Docente em Ensino de Matemática e em Ensino de Ciências no Brasil (PED Brasil).

Por fim, Daniel Castanho fez sua apresentação destacando a parceria da empresa com a Universidade da Finlândia e com a Universidade de Stanford para a criação de programas de formação para professores brasileiros baseados nos exemplos bem-sucedidos das duas instituições do exterior.

A mediação do Ânima Educação Talks ficou a cargo da educadora Iona Szkurnik, mestre em educação, liderança e inovação pela Universidade de Stanford e vice-presidente de Expansão da Lumiar Educação. Ela, inclusive, conduziu um painel de discussões envolvendo os três palestrantes e, também, a coordenadora-geral de programas de valorização do magistério do Ministério da Educação, Claudete Batista Cardoso, que representou o ministro da Educação, Rossieli Soares Da Silva. Na oportunidade, o público também pôde interagir com os convidados e fazer perguntas a respeito do tema-chave do encontro.

O Ânima Educação Talks foi uma grande oportunidade para levantar discussões, conhecer as tendências e novidades do segmento e contou com o apoio da HSM Educação Executiva e do ‘inovaBra habitat’ e fez parte da agenda da semana comemorativa dos 15 anos da Ânima Educação.